Arkéskin+ : soin anti-âge substitutif

CUIDADO ANTIENVELHECIMENTO SUBSTITUTIVO
INSPIRADO NA INVESTIGAÇÃO EM ENDOCRINOLOGIA
ARKÉSKIN+

ENVELHECIMENTO CUTÂNEO HORMONAL
NA MENOPAUSA

A MENOPAUSA EM RESUMO


A menopausa é uma transição natural na vida de uma mulher, que se caracteriza pela diminuição da síntese de hormonas femininas (progesterona e estrogéneo) e ocorre geralmente por volta dos 50 anos.

Toda a vida, o corpo é comandado pelas hormonas. Isto tem necessariamente consequências para o corpo e para a mente e a pele não escapa.  Esta transformação está na origem dos problemas físicos e psicológicos, de intensidade variável de mulher para mulher: afrontamentos, mudanças de humor e aumento de peso...

Ao nível da pele, esta mudança hormonal tem consequências na sua estrutura e na sua textura. Sem o seu shot de hormonas quotidiano, o metabolismo fica mais lento. É como se de repente o processo de envelhecimento fosse acelerado; a renovação celular diminui, a epiderme fica mais fina, a derme afina, diminui a síntese de lípidos e a barreira protetora fica fragilizada. A pele está menos densa, menos luminosa e sofre uma secura visível.

INSPIRADO NA INVESTIGAÇÃO EM ENDOCRINOLOGIA


Para desenvolver Arkéskin+, os Laboratórios Lierac realizaram trabalhos de investigação sobre o envelhecimento cutâneo hormonal, em colaboração com aUnidade de Investigação Fundamental sobre Regulação Endócrina (CNRS).

AS AÇÕES EPECÍFICAS DE ARKÉSKIN+

CONCENTRADO SUBSTITUTIVO "HORMONE-LIKE" : AÇÕES ANTIENVELHECIMENTO CUTÂNEO HORMONAL

Sem fitoestrogénios, este concentrado foi desenvolvido especificamente para corrigir os efeitos do envelhecimento cutâneo relacionado com a menopausa:  
O cytonacre sp (pó de nacre micronizado registado) reinicia as 3 grandes células fundamentais implicadas no envelhecimento da pele: queratinócitos, fibroblastos e melanócitos. A pele recupera um estado pré-menopausa. (1).

(1) (1) Testes realizados sobre o componente ativo cytonacre sp.

Uma eficácia testada e comprovada Melhora o estado da pele - combate a secura.

ESTADO DA PELE MELHORADO


TEZ UNIFORME


COMBATE A SECURA


(1) % de voluntárias que percecionaram o efeito após 28 dias de utilização. Autoavaliação, 41 mulheres
(2) teste de hidratação, 41 mulheres

LIERAC pioneira

Os Laboratórios LIERAC souberam, desde 1996, passar para a estética as propriedades reconstrutivas do nacre.

OS NOSSO CONSELHOS


Adapte a sua alimentação
Os lípidos são uma boa fonte nutritiva para as camadas profundas da epiderme. Mantenha o seu peso graças a uma alimentação mais ligeira, mais rica em ácidos gordos essenciais para nutrir a pele e em cálcio para prevenir a osteoporose.

Proteja-se do sol
Proteja a sua pele dos raios ultravioleta utilizando protetores solares antienvelhecimento específicos.

Pratique desporto
Certos desportos não são aconselhados a todos, nem em todos os momentos. No entanto, a marcha e a natação são desportos completos que permitem manter-se saudável, bem como manter a silhueta.

As suas questões sobre o envelhecimento cutâneo hormonal

Existe alguma forma de tratar os efeitos da menopausa?

O tratamento existente para a menopausa é um tratamento médico que se chama Tratamento Hormonal Substitutivo. Ele pode ser recomendado pelo seu ginecologista ou médico. Permite tratar a carência hormonal da menopausa e pode ser administrado de diferentes formas (comprimidos, suplementos alimentares...). O tratamento substitutivo permite recuperar o equilíbrio hormonal que garante a manutenção das estruturas ósseas, cutâneas, cardiovasculares...

Qual é a relação entre a menopausa e o envelhecimento da pele?

A modificação da secreção hormonal induz diferentes fenómenos que acentuam brutalmente os sinais do envelhecimento: alteração do estado da pele e secura devida ao abrandamento da renovação celular e da atividade das principais células da pele (queratinócitos, fibroblastos e melanócitos). Até 5 anos após a menopausa, múltiplos fenómenos acumulam-se. A pele perde 30% do colagénio dérmico (o colagénio representa 70% da espessura da derme). As fibras de elastina são reduzidas, a divisão dos queratinócitos é abrandada. A pele está menos densa. São igualmente as hormonas femininas que atuam na harmonia da nossa pigmentação; a tez está menos uniforme.

Podemos lutar eficazmente contra o envelhecimento cutâneo de origem hormonal?

Existem tratamentos cométicos que permitem restaurar a qualidade da pele após a menopausa. Utilizar um produto dedicado ao envelhecimento cutâneo hormonal permite compensar as carências epidérmicas e dérmicas específicas da menopausa.